Peguei aquela bolsa e enchi de calças velhas, camisas usadas e coisas que para mim não faziam mais sentido. Cada coisa que antes ficavam perfeitas hoje eram somente um aglomerado de tralha que só ocupava espaço no guarda roupa. Decidi por mim mesmo que nunca mais iria viver do acumulo, iria procurar apenas aquilo que me seria útil.

É engraçado como as coisas perdem o valor com o tempo, é estranho ver como as fases da vida mudam as perspectivas das coisas. Um dia somos tão apegados a alguem e no outro ela praticamente não nos faz a menor falta.

A lei do desapego , serve tanto para pessoas quanto para coisas.

As vezes deixamos nos apegar a coisas que não nos fazem bem e assim ficamos estagnados por um bom tempo.

Isso não é legal, pode ter certeza que não.

A vida não é para aqueles que estão apegados ao passado mas sim para aqueles que não tem medo de viver o presente.

Assim decidi desfazer de muitas coisas que não me faziam bem e deixei que a vida me trouxesse novas oportunidades, novas opções, novas pessoas.

Por isso faça como eu, DESAPEGUE, daquilo que te faz mal, das pessoas que nao lhe agradam, das situações que o derrubam, pois assim como as roupas das quais me livrei, pode ser que pra mim elas não se encaixem mais, porém ela pode ser o número ideal para outra pessoa.